Da programação ao IDE NetBeans

O objetivo deste artigo é mostrar a diversidade de aplicações e a praticidade que uma IDE pode oferecer ao usuário. A programação pode ser desenvolvida em qualquer ambiente de trabalho, desde uma simples lauda de papel, um bloco de notas ou mesmo, um software de última geração. Na verdade, o que está em jogo, é sua capacidade lógica criativa.

[ Hits: 17.422 ]

Por: Italo Muryllo Tosta em 11/07/2013


Introdução



O objetivo deste artigo, é mostra a diversidade de aplicações e a praticidade que uma IDE pode oferecer ao usuário.

A programação pode ser desenvolvida em qualquer ambiente de trabalho, desde uma simples lauda de papel, um bloco de notas, ou mesmo um software de última geração. Na verdade, o que está em jogo, é sua capacidade lógica criativa.

Assim, programação é um processo de escrita, teste e manutenção de um programa de computador.

Há de se considerar os passos realizados para se obter os objetivos. Ele é escrito em uma linguagem de programação, embora seja possível, com alguma dificuldade, escrevê-lo diretamente em linguagem de máquina.

Partindo deste princípio, busco trazer alguns princípios de programação para iniciantes como o que é linguagem de programação, linguagem de máquina, Assembly, linguagem de alto nível, compiladores e interpretadores e, por fim, IDE e o IDE NetBeans.

O que é programação?

É a arte de desenvolver rotinas com automação.

São processos realizados por algoritmos, os quais executarão os caminhos escritos pelo programador que descreverá seu início (entrada de dados), meio (processamento) e fim (saída ou resultado desejado).

Uma linguagem de programação é um método padronizado para expressar instruções para um computador. É um conjunto de regras sintáticas e semânticas usadas para definir um programa de computador.

Uma linguagem permite que um programador especifique precisamente sobre quais dados um computador vai atuar, como estes dados serão armazenados ou transmitidos e quais ações devem ser tomadas sob várias circunstâncias.

Todo este processo (conjunto sintático e semântico transmitido por palavras e números) em expor as rotinas dos programas, chama-se código-fonte. Destarte, o código-fonte são as linhas de programação que formam um software em sua forma original.

O objetivo da linguagem de programação é facilitar a interação entre programador e máquina. É permitir que programadores tenham uma maior produtividade, permitindo expressar suas intenções mais facilmente do que quando comparado com a linguagem que um computador entende nativamente (código de máquina).

Por fim, linguagens de programação são projetadas para adotar uma sintaxe de alto nível, próxima à linguagem natural dos humanos, facilmente entendida por programadores. São ferramentas importantes para que programadores e engenheiros de software possam escrever programas mais organizados e com maior rapidez.

Como exemplo destas linguagens, temos inúmeras como: C/C++, C#, Java, Pascal, Python, etc.

Referência: Linguagem de Programação « Wikipedia.org

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Linguagens
   3. Compiladores / Interpretadores / IDE
   4. Instalação
   5. Conclusão
Outros artigos deste autor

Guia pós-instalação do Fedora 18 (Spherical Cow)

Configuração da interface KDE

O Projeto GNU e o Linux: Uma combinação de sucesso

Guia pós-instalação do Fedora 21

Leitura recomendada

Inkscape - Introdução (parte 2)

Internet Explorer no Linux 100% funcional

O Wine as avessas: como rodar o Linux no Windows 10

A Vida no Shell (parte 2)

Aplicativos para gerenciar a Área de Transferência (Clipboard)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por andre227 em 19/07/2013 - 11:27h

Opa, parabéns pelo artigo! Ótimo para quem está começando!!!

[2] Comentário enviado por italotosta em 20/07/2013 - 09:11h

Obrigado, andre227!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts