Como ser um expert em GNU/Linux!

Vejo muitas pessoas querendo ser "expert" em GNU/Linux, mas não sabem por onde começar. Hoje darei algumas dicas, 10 para ser mais exato, por onde começar e o que não fazer, se você deseja seguir este longo caminho cheio de pedras.

[ Hits: 7.279 ]

Por: slackjeff em 10/02/2017 | Blog: http://slackjeff.emmilinux.com.br/


Introdução



1. Comandos

Aprender comandos é fundamental, um expert sabe dominar o ambiente X muito bem e principalmente o terminal. Ele não tem medo do ambiente X (ou gráfico) se assim preferir, deu alguma problema? Você consertara via shell (console) sem esquentar a sua cabeça.

Comandos BÁSICOS para começar a trilhar estar jornada devem ser aprendidos, como por exemplo, instalar pacotes, remover pacotes, fazer update dos pacotes, fazer update do seu sistema em geral, copiar, mover, deletar, resolver dependências (slackusers), linkar pastas, gravar uma mídia removível via terminal, apagar uma mídia removível via terminal, particionar discos, Entre outras coisas.

Bom, o que resolver dependências tem a ver? Alguma hora você vai precisar pode ter certeza, sabe aquele jogo da steam que você tanto gosta? ou aquele player de música que você curti, pois é, um dia pode vir a dar problema e por falta de alguma dependência recente, se o seu gerenciador nativo não conseguir resolver, caberá a você (aspirante a expert GNU/Linux) resolver, mas isso não será um problema!

2. A Distribuição não cria um expert!

Tem um velho ditado em minha cidade natal (Buenos aires) que diz, não adianta carregar um tronco de 2 metros se você não aguenta a carga, logo você vai se cansar e desistir, comece com um graveto.

Pois é, este ditado diz tudo, quer ser aspirante a "hacker"? "Comece com Kali Linux iriam te dizer" esta resposta está...!

Você pode muito bem iniciar com Linux Mint, uma distribuição muito amigável e que vem conquistando vários corações pelo mundo, você pode baixar tudo que o Kali Linux tem, ser pentester, aprender a como manusear as ferramentas do Kali Linux e ainda de quebra aprender muita coisa sobre fora deste ramo "Hacker" e o melhor, sem quebrar a cabeça...

3. O verdadeiro conhecimento está em suas mãos!

Quem realmente quer aprender vai atrás, ficar se lamentando por não conseguir executar X comando ou fazer X coisa não vai adiantar.

Você deve buscar conhecimento e aprender todo santo dia, você não tem dinheiro para fazer um curso, assim como eu? não tem problema, sabe porque? temos hoje a internet, você encontra tudo aqui (sério?) o Viva o Linux é cheio de conteúdo, temos o Guia Foca que te garante uma boa base do que é GNU/Linux entre mil e uma apostilas espalhadas pela internet, para de ser preguiçoso e corra atrás do que você quer, CONHECIMENTO não cai do céu.

4. A memoria não falha!

Pessoas como eu que são "difíceis" de aprender vão gostar desse método que eu desenvolvi uma maneira ultra avançada de lembrar comandos que eu não decorava. (irônico)

Peguei uma caderneta (pode ser um caderno) coloquei em algum lugar bem exposto a minha visão e anoto a cada quatro dias, pelo menos dois comandos diferentes, pode ser até três.

Caso você não consiga "decorar" não tem problema, cada um tem o seu tempo de aprendizagem.

Funciona? Sim... e como funciona, basicamente você precisa "utilizar" este comando na prática pelo menos uma vez ao dia, anote no seu celular e dê uma lida durante o dia, na folga do trabalho, no intervalo da faculdade, no recreio da escola enfim (isso ajuda a refrescar sua memoria) e os comandos vão entrar na marra em sua mente.

Leia ou rode o comando antes de dormir, isso funciona e tem métodos que comprovam tal atitude.

Uma coisa interessante é que o que foi estudado fica mais claro em sua mente normalmente dois dias depois.

5. Use e abuse de fóruns, seja chato (no bom sentido) pergunte!

Não tenha medo de entrar nos fóruns e perguntar, sempre tem alguém com mais conhecimento que você que vai te direcionar ao caminho certo.

Use muito o Viva o Linux, você tem uma distribuição preferida? Procure se não tem um fórum, só tem inglês? entre, use o tradutor e de quebra você vai aprender inglês, uma língua fundamental hoje em dia.

Interaja muito, não seja arrogante, converse e pergunte sem medo.

Quando fazer perguntas, poste o que está acontecendo e seja direto, não faça uma pergunta como (minha internet não funciona) você irá perder muito tempo com isso pois ninguém é adivinha, seja objetivo por exemplo (Meu WIFI recentemente parou de funcionar após um update no sistema que fiz para a versão x, utilizo a distribuição Sabayon e está totalmente atualizada, porem apos este update parou de funcionar, a placa de rede do meu notebook é a xxx).

Viu a diferença? Será muito mais fácil alguém identificar o problema e você não perdera tempo explicando depois.

6. Foque em uma área específica

Não adianta você querer aprender TUDO, isso não existe, um médico cirurgião se estudou somente medicina na vida, não ira entender de mecânica, um mecânico por outro lado se estudou somente para ser mecânico não irá entender de medicina e por ai vai, você quer fazer coisas pela metade? Assim como tudo na vida o GNU/Linux é dividido por partes.

Quer aprender redes? Vá fundo, seja um expert em redes e domine está área...

Não gosta de redes? Não tem problema tem a parte de Segurança, não curte? Bom temos a programação, não gosta de códigos? Temos a compilação (sim compilar é uma atividade também, como qualquer outra) e assim por diante, são bastante áreas e bem distintas, você deve se aprofundar em um assunto por vez ou somente um. Com isso você terá sucesso, como consequência da aprendizagem de um único assunto (assim como tudo na vida) você irá aprender outros assuntos pode ter certeza!

7. Aprenda a compilar (If it moves, compile it!)

É fundamental, por mais que dizem que não precisa. Um dia pode acontecer de você querer muito um programa mas no momento está usando a Distribuição Debian (.deb) só que por alguma razão o desenvolvedor disponibilizou binários somente para o Fedora (.rpm) sabendo que o mesmo disponibilizou o código fonte, o que você faz?

* Importante, a conversão não é bacana e porcentagem de erros é grande, afinal azeite e água não se misturam, você trocaria de distribuição?

É claro que não, você compila do código fonte (source) pode demorar dependendo do tamanho do programa e seu hardware, mas o programa irá cair como uma luva para seu computador... Fazer o programa rodar, sim você que fez... não tem preço!

Uma observação, qualquer distribuição pode compilar, precisa somente dos programas e ferramentas necessárias para tal procedimento.

8. Pare de testar distribuições toda semana

Distribuições são como carros, uma hora precisa ser trocado e você necessita disso pelo bem do conhecimento.

Digamos que você está no Debian, irá trocar por uma baseada? Não! Se você deseja aprender troque radicalmente de família, assim começa tudo de novo e seu conhecimento ira ser expandido!

Mas claro isso não não pode ser feito toda semana, uma coisa que eu aprendi com o tempo, especificamente 3 anos de GNU/Linux é parar de testar 30 distribuições em um mês e focar somente na sua atual.

Bom, depois que eu vi que estava perdendo tempo realizando tal procedimento de fazer testes e mais testes eu tive um ganho de aprendizagem muito maior...

Eu fiquei 1 ano, pulando de distribuição em distribuição no total foram umas 40.

Eu ficava toda semana baixando distribuições na Distrowatch para testar e nesses testes acabava ficando e assim foi durante um ano.

Qual aprendizagem tive com isso? Nenhuma, afinal 1 semana com uma distribuição você mau vai aprender a usar o gerenciador de pacotes nativo.

Bom, eu resolvi parar com isso, passei a utilizar o Fedora para aprender um pouco melhor sobre a família Redhat e acabei ficando 2 anos com a mesma, somente apos 2 anos resolvi trocar pelo Slackware.

Isso gerou uma grande maturidade e experiencia é inacreditável como você passa a saber tudo da distribuição, até mesmo os bugs ficam mais em evidencia (sim nada é perfeito.) e você podeira ajudar a sua distribuição relatando os bugs.

9. Ajude alguma distribuição!

É muito bacana você fazer parte de uma distribuição ajudando de qualquer forma, isso te deixara mais maduro e terá uma aprendizagem bem banaca, sem falar que você irá fazer parte da historia da distribuição!

10. E por último, faça por diversão e nunca por obrigação!

Obrigado a todos que leram essas dicas, espero poder te ajudado algumas pessoas!

Dúvidas? Deixe no comentário, terei orgulho em responder.

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor

Programar em Shell - Script só para os baixinhos

Compilando Programas GNU/Linux

Programas em Modo Texto (on Shell)

Slackware x Debian

Leitura recomendada

Lidando com compactação de arquivos no Linux

Sistemas Operacionais, Kernel e Shell

Slitaz: Guia Rápido

Como resolver problemas com o pkg-config

TDE no openSUSE

  
Comentários
[1] Comentário enviado por wallchs em 10/02/2017 - 19:49h

Muito bom! Se não faz o que gosta é muito difícil ir longe.

[2] Comentário enviado por lordestark em 10/02/2017 - 20:42h

Cara, eu fazia EXATAMENTE tudo o que vc falou ae, kkkkkkkkkk
Já testei TUDO quanto é distribuição doida, e até agora, a que mais me impressionou foi as da família do Like-Unix (os BDS), e eu estou focando somente neles, mas no momento, meu pc ta com uma frescura pra rodar qq OS do genero, e o ÚNICO que está funfando para instalar (os da família BSD), é o OpenBSD, (mas peeeense num sistema chato kkkkkkkk).
Por isso, eu estou testando o Slackware (por eu ter usado ele no passado por uns 3 meses, e por ele parecer o mais perto dos BSD (tanto na instalação quanto na questão de manuabilidade (sei la se essa palavra existe kkkkkk), e por ele ser o Linux que considerei mais próximo dos BSD (pelomenos pra mim)).
Enfim, otimo artigo man, vai ajudar muito os iniciantes!
Vlw ae, abriu os olhos

[3] Comentário enviado por slackjeff em 10/02/2017 - 21:22h


[2] Comentário enviado por lordestark em 10/02/2017 - 20:42h

Cara, eu fazia EXATAMENTE tudo o que vc falou ae, kkkkkkkkkk
Já testei TUDO quanto é distribuição doida, e até agora, a que mais me impressionou foi as da família do Like-Unix (os BDS), e eu estou focando somente neles, mas no momento, meu pc ta com uma frescura pra rodar qq OS do genero, e o ÚNICO que está funfando para instalar (os da família BSD), é o OpenBSD, (mas peeeense num sistema chato kkkkkkkk).
Por isso, eu estou testando o Slackware (por eu ter usado ele no passado por uns 3 meses, e por ele parecer o mais perto dos BSD (tanto na instalação quanto na questão de manuabilidade (sei la se essa palavra existe kkkkkk), e por ele ser o Linux que considerei mais próximo dos BSD (pelomenos pra mim)).
Enfim, otimo artigo man, vai ajudar muito os iniciantes!
Vlw ae, abriu os olhos



Sou amarradão nos BSD! só não troco agora pois estou em fase de aprendizagem no Slackware...
Obrigado pelo comentario! abraços

[4] Comentário enviado por izaias em 11/02/2017 - 09:55h

Memorizar comandos é complicado. :0

Não os usuais, mas a quantidade de comandos Unix não tem fim!
No terminal Guake ( https://goo.gl/lqrMU6 ) e Terminator, dá pra inserir comandos no menu de contexto - muito prático!

Já o Vi/Vim, tenho uma lista de 4 páginas com os comandos usuais do editor. 3 páginas são somente para os scripts e funções de formatação do VoL.

O que interessa mesmo, é que sejamos organizados.

Bom artigo!

[5] Comentário enviado por antoniojose12 em 11/02/2017 - 11:01h

Tem comando que realmente nao rola kkkkkkk
Mas o negocio e a pessoa memorizar a sintaxe inicial que depois vai encaixando o resto com o man
Interessante deu artigo!!!

[6] Comentário enviado por sansimon em 11/02/2017 - 14:20h

Cara , passou um filme na minha cabeça.
Sobre memorizar comandos , passei a documentar tudo o que era importante.

saudações a todos.

[7] Comentário enviado por hrcerq em 13/02/2017 - 15:00h

Muito bom o artigo. Favoritado.

---

Atenciosamente,
Hugo Cerqueira

[8] Comentário enviado por YoshiYamada em 20/02/2017 - 16:21h

Opa, você poderia dar uma esclarecida no que você diz em compilar um programa?

Fiquei interessado no que você pegar um fonte e compila-lo para a distribuição.

Ótimo artigo!




[9] Comentário enviado por sheikoso em 21/02/2017 - 15:59h

Rapaz... perdi as contas das vezes que instalei o linux no meu pc dizendo: É agora que aprendo esta pohha!! ... e duas semanas depois volto pro windows. Gostei das suas dicas. Vou procurar segui-las da próxima vez que eu instalar alguma distro na minha máquina.

Abraços.

[10] Comentário enviado por edwinpaixao em 21/02/2017 - 17:55h

São dicas que se seguidas, vão criar bons usuários.

[11] Comentário enviado por sidnei.weber em 26/02/2017 - 23:06h

Muito bom!
Disse tudo, é bem assim que acontece mesmo.

Ótima leitura que fiz em um domingo a noite kkk

[12] Comentário enviado por slblxs em 06/03/2017 - 07:13h


Nem eu diria melhor. Subscrevo cada ponto que mencionaste, principalmente ajudar em pequenas coisas com as distribuições. Um bom trabalho, que sirva para os novatos e curiosos darem uma vista de olhos antes de caírem de cabeça.

[13] Comentário enviado por perfection em 07/03/2017 - 13:13h

UAU! Não tem outra forma de definir ou explicar seu artigo! Somente UAU!
Bom, seu artigo não explica nada, não ensina nada, não informa nada, e ao mesmo tempo faz isso tudo também!
De alguma forma o que você escreveu entra no Mundo de Todos que usam Linux, e inspira a Todos!
Li seu artigo até o fim, letra a letra, palavra por palavra, e foi uma grande aventura!
Só tenho a dizer PARABÉNS! Pois seu artigo realmente contribui de alguma forma para TODOS os usuários do Linux, sejam iniciantes, experientes, intermediários...
Fico agora na esperança e na crença que seus artigos de help, ensinamentos, ou explicações do Slackware sejam tão bons quanto esse que você publicou. Parabéns Mesmo! Fiquei Impressionada!

[14] Comentário enviado por fabiojlbc1982 em 13/03/2017 - 16:04h

muito bom, parabéns pelo artigo, me interesso muito por compilação, mas ainda não achei um material mais elucidativo na internet!

[15] Comentário enviado por jhasouza em 14/03/2017 - 14:15h

Show de bola o artigo, sem dúvida vai me ajudar bastentes cada uma das dicas. Assim como alguns relataram nos comentários, passou um filme na cabeça. Vou seguir as dicas p quem sabe ser um sysadmin expert. Parabéns pelo artigo, ficou show!!!

[16] Comentário enviado por COBY em 20/03/2017 - 22:13h

Gostei! Não é o meu caso, mas passei por isso.

[17] Comentário enviado por sanaelson em 22/03/2017 - 10:49h

Muito bom Parabéns pelo artigo
Eu que estou iniciando mi identifique com várias situações que foi mostrada aí no texto.

[18] Comentário enviado por uchiha_itachi em 23/03/2017 - 18:05h

Parabéns, cara. Vou seguir tudo ao pé da letra.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts